O Canguru

A professora pede ao miúdo que ele leia a sua rima.

O miúdo lê:

- Lá vai um canguru, com uma flor no cu!

A professora fica toda indignada e põe o miúdo de castigo a pensar noutra rima.

Dali por meia hora a professora chama-o novamente e pede-lhe que diga uma nova rima.

O miúdo diz:

- Lá vai um canguru, com uma flor na bochecha... Só não a leva no cu, porque a professora não deixa!

Comentários