sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Apenas 1,5% dos alunos admite vir a ser professor – e a maioria tem resultados abaixo da média



Um estudo realizado para a CNE refere que apenas 1,5% dos alunos admite vir a ser professor no futuro. O número é muito baixo e a maioria desses alunos tinha resultados abaixo da média.
O setor da educação em Portugal — e nomeadamente a renovação do corpo docente — pode estar em risco num futuro próximo. Isto porque apenas 1,5% dos estudantes de 15 anos admitem ser professores no futuro, segundo um estudo realizado para o Conselho Nacional de Educação (CNE), com base no relatório dos testes PISA (Programa Internacional de Avaliação de Alunos) de 2015 da OCDE.

O resultado de apenas 1,5% de estudantes surpreendeu pela negativa os autores do estudo “Porque melhoraram os resultados do PISA em Portugal”, refere o DN, até porque a mesma investigação concluiu que os alunos portugueses têm uma imagem positiva dos seus professores. Além dessa fraca expressão, a maioria desses alunos tinha também desempenhos abaixo da média.

De acordo com alguns especialistas ouvidos por aquele jornal, o problema reside na imagem negativa que se tem da profissão de professor. O secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), Mário Nogueira, partilha dessa opinião e lembra que é uma profissão que está desqualificada e que os jovens se apercebem da fragilidade de se ser professor — e de todos os riscos e inconvenientes que lhe estão associados, como o desemprego de longa duração ou até as colocações longe da área de residência.

O estudo é apresentado esta quarta-feira, na Universidade do Algarve.

Informação retirada daqui

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos