sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Vinte conselhos para ser bom professor


Inspirado em grandes professores do passado, mas sem esquecer a ligação dos alunos do presente com as novas tecnologias, Jorge Rio Cardoso escreveu o livro ‘O Professor do Futuro', que deixa algumas dicas aos docentes para melhorarem as suas aulas.
Nem todos os professores têm o dom de captar a atenção dos alunos nas aulas e de lhes mostrar o que fazer com o conhecimento que adquirem. O professor universitário Jorge Rio Cardoso foi buscar inspiração a professores do passado, aliou-se a nomes do presente, como Marcelo Rebelo de Sousa, professor catedrático na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, e escreveu o livro ‘O Professor do Futuro' para dar alguns conselhos a quem trabalha a escola em Portugal.
Apesar de deixar dicas aos seus colegas de trabalho, Jorge Rio Cardoso não se considera um bom professor. "Ninguém se pode considerar bom em nada, isso é o fim de tudo, mas tento melhorar todos os dias. Deve haver uma insatisfação em toda a gente no sentido de poder melhorar", explicou o professor universitário.
Na opinião de Jorge Rio Cardoso, um bom professor tem de "ver as diferenças entre os alunos e levá-los a entendê-las e respeitá-las". Mesmo com a situação de instabilidade que muitos professores atravessam em Portugal, o docente não têm dúvidas de que ainda há motivação entre os professores. "A maioria dos que abraçam a profissão para toda a vida têm dado provas disso", acrescentou.
Na obra ‘O Professor do Futuro', Jorge Rio Cardoso e outros professores do País deixam alguns conselhos para melhorar as formas de transmitir conhecimento.

Retirada do Correio da Manhã
Por:Cátia Carmo

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos