sábado, 30 de janeiro de 2010

Pai foi à escola agredir criança

O que parecia ser um conflito entre crianças acabou por levar um pai a agredir um aluno do Infantário e Escola Primária de Eiras, em Paradela do Vouga, no concelho Sever do Vouga. O caso aconteceu no final da semana passada, está a ser investigado pelas autoridades, e levou a escola a proibir a entrada dos pais no estabelecimento de ensino.

Já há mais de um ano que os problemas entre uma menina de seis anos e três outros alunos eram do conhecimento da direcção da escola. "Os professores já tinham chamado o meu filho e outros dois para uma reunião, no final do ano passado", refere Dina Manuela, mãe de uma das crianças. Em causa estavam alegadas agressões de que era alvo a menina, que frequenta o 1º ano.

Na semana passada, o pai da menina, engenheiro de profissão, pediu para entrar na escola para ir à casa de banho. Já lá dentro, pediu à filha para lhe indicar quem eram as crianças que alegadamente lhe batiam, dirigiu-se a um deles e agrediu-o. "O meu filho diz que nunca lhe bateu. Dava-lhe empurrões, mas nunca a magoou", referiu Dina Manuela, mãe da criança agredida. "Disse às crianças que lhes tirava os olhos e que os matava, puxou as orelhas ao meu filho, de 9 anos, empurrou-o contra os cabides e só parou porque apareceram as funcionárias da escola e uma professora", remata.

C.Manhã


Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos