quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Professores vão ter carreira única


O secretário-geral da Federação Nacional dos Sindicatos de Educação (FNE) afirmou esta quarta-feira ter recebido do Ministério da Educação a garantia de que os professores terão uma carreira única, o que corresponde a uma das principais reivindicações da classe.



'Todo o documento assenta no princípio de uma carreira única', acabando a divisão entre professor e professor titular, disse João Dias da Silva, citado pela agência Lusa no final de uma reunião no Ministério da Educação.

Este foi um dos pontos apresentado como positivo pelo dirigente da FNE, segundo o qual a proposta que o ministério entregou à federação manifesta abertura para o diálogo: 'Não é um documento fechado, vamos reunir e elaborar uma contra-proposta'.

João Dias da Silva sublinhou, porém, que se mantêm dois aspectos negativos, nomeadamente a manutenção da prova de ingresso na carreira docente e uma proposta que limita o acesso ao quinto, sexto e sétimo escalões, embora o Ministério da Educação não tenha ainda definido percentagens.

'Esta proposta, à partida, é negativa, mas esperamos poder encontrar soluções', referiu o dirigente da FNE, acrescentando que o ministério o informou de que nenhuma proposta é definitiva.

A FNE vai reunir a estrutura directiva ainda esta semana por forma a apresentar a sua contra-proposta segunda-feira.

CM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos