quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

“Se Governo ceder escolas não fecham”

Os professores admitem não fazer greve nacional no dia 5 de Janeiro se o Ministério da Educação (ME) ceder às exigências impostas por toda a Plataforma Sindical, garantiu ontem Mário Nogueira, secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof).


"Se o Governo suspender o modelo de avaliação dos professores, acabar com as categorias dos docentes e com as respectivas quotas, não haverá greve", disse Mário Nogueira no fim da reunião com o secretário de Estado adjunto e da Educação, Jorge Pedreira.

Nas reuniões, o Governo propôs que as classificações de ‘Muito Bom’ e de ‘Excelente’ deixassem de ser tidas em conta na colocação dos docentes. Sugeriu ainda que as 2300 vagas de professor titular, que ficaram por preencher, pudessem ser incluídas no concurso que abre em Fevereiro, permitindo aos docentes a mudança de escola.

João Dias da Silva, da Federação Nacional dos Sindicatos de Educação (FNE), considera que esta atitude é "positiva, mas Mário Nogueira diz que as lutas dos professores "em nada têm a ver com estas propostas".

Já Jorge Pedreira afirmou que a Fenprof "pretende criar um clima de intranquilidade" e disse "não ser possível manter negociações, caso os sindicatos continuem a apelar à suspensão da avaliação".

Joana Freire

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos