domingo, 21 de dezembro de 2008

Santarém: Ministério da Educação vai ouvir mãe de aluno que terá sido vítima de racismo

O Ministério da Educação ainda não ouviu a mãe do aluno da Escola Mem Ramires, em Santarém, que há nove meses acusou um professor de Música de racismo e xenofobia, por ter dito "entra lá, ó preto!", quando o filho se preparava para entrar na sala. Teresa Lemos, mãe do menor de 12 anos, só amanhã será ouvida por um inspector da Direcção-Geral de Educação de Lisboa e Vale do Tejo, na sequência da queixa.


O presidente do conselho executivo da escola, António Pedro, disse ontem ao CM que este processo nada tem a ver com a escola. Ao nível interno, o processo disciplinar levantado ao professor está concluído, faltando apenas a entrega do relatório final, o que está "para breve".

Após os acontecimentos, em Março, um inquérito interno da escola concluiu que o professor devia um pedido de desculpas ao aluno. Este recusou, alegando que nunca proferiu a expressão, o que deu origem ao processo disciplinar. No Ministério Público, decorre um inquérito, na sequência de duas queixas-crime, da mãe do aluno contra o professor, por xenofobia, e do docente contra a mãe do menor, por difamação.

João Nuno Pepino

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos