segunda-feira, 3 de novembro de 2008

As Virtudes (e a Ministra da Educação)

Quando criou o mundo, e para que os Homens prosperassem, O Criador concedeu-lhes duas virtudes:

a) Aos Suíços, fê-los ordenados e cumpridores da lei;
b) Aos Ingleses, fê-los persistentes e estudiosos;
c) Aos Japoneses, fê-los trabalhadores e pacientes;
d) Aos Italianos, alegres e românticos;
e) Aos Franceses, fê-los cultos e refinados.
f) Aos Alemães, fê-los disciplinados e bravos;

Ao chegar aos portugueses, voltou-se para o anjo que tomava notas, e disse:

- Os portugueses vão ser inteligentes, boas pessoas e vão apoiar a Ministra da Educação.

Então o anjo disse:
- Senhor, deste a todos os povos duas virtudes e aos portugueses três...
Isto fará com que prevaleçam sobre todos os demais.

Então o Criador reflectiu e disse:
- Tens razão Gabriel... Mas as virtudes não se podem tirar... Então ordeno que os portugueses, a partir de agora, tenham qualquer das três, ainda que a mesma pessoa não possa ter mais do que duas virtudes de cada vez.

Assim seja que:
1. Português que apoia a Ministra da Educação e seja boa pessoa, não pode ser inteligente.
2. Português que é inteligente e que apoia a Ministra da Educação, não pode ser boa pessoa.
3. E Português que é inteligente e boa pessoa, não pode ser dos que apoiam a Ministra da Educação.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos