domingo, 19 de outubro de 2008

CONFAP apela aos pais para participação mais activa na vida das escolas

'Na escola como em casa, há um lugar que é dos pais' é uma das mensagens da campanha que a CONFAP vai lançar para apelar aos encarregados de educação a uma participação mais activa na vida escolar dos filhos.

A campanha, que foi apresentada no Museu da Electricidade, em Lisboa, conta com o apoio do Ministério da Educação, mas ainda não tem data prevista para arrancar, já que a Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP) ainda se encontra à procura de apoios e parceiros.

Na cerimónia, a ministra da Educação lembrou que há 30 anos os pais estavam proibidos de participar na vida das escolas, mas que hoje 'o paradigma é o oposto', já que há nos estabelecimentos de ensino 'um espaço' para os encarregados de educação.

'É uma campanha importante porque permite chamar a atenção dos pais e da sociedade civil para a convergência de dois interesses: o interesse dos pais em participar na vida da escola e o interesse da escola em contar com o apoio e a participação dos pais. São dois caminhos que se cruzam', afirmou Maria de Lurdes Rodrigues.

Sublinhando que durante anos os pais 'viveram de costas voltadas para as escolas', a titular da pasta da Educação sublinhou que hoje os pais devem ter uma participação 'qualificada, activa e consequente' na vida das escolas'.

Para acabar com a ideia de que o que se passa para lá do portão não diz respeito aos pais, a campanha da CONFAP inclui folhetos e desdobráveis, 'outdoors', e 'spots' publicitários. A lógica é apelar a uma presença mais activa na vida escolar dos filhos.

'Com os pais na escola todos vão poder aprender mais', 'A escola faz-se com todos', 'Na escola como em casa há um lugar que é dos pais' são algumas das mensagens que serão transmitidas durante a campanha, que alerta ainda para os verbos 'estimular', 'participar' e 'apoiar', responsabilidades que os pais são convidados a assumir de forma 'mais activa'.

'Muitas escolas que eram problemáticas há uns anos atrás saíram dos seus muros e envolveram as comunidades, sobretudo os pais. São hoje escolas que podem ser apontados como exemplo de como passar das dificuldades à normalidade. Esse é o nosso objectivo final: ter pais mais conscientes', afirmou Albino Almeida.

Questionado sobre o arranque da campanha e a verba necessária para o seu lançamento, o responsável adiantou apenas que para já está prevista a distribuição dos desdobráveis, já que esses serão produzidos pelos serviços do Ministério da Educação.

'Podia adiantar números e no dia seguinte dizer que afinal não custou nada. Acreditamos que entre um limite e o outro vamos encontrar as soluções que vão pôr a campanha de pé. Só não posso falar de timings certos. As empresas não vão deixar de exercer a sua responsabilidade social', afirmou.

A campanha foi simbolicamente apresentada na primeira terça-feira de Outubro, dia em que a CONFAP pretende voltar a assinalar anualmente o 'Dia da Escola e dos Pais'.

A revisão do Código do Trabalho deverá garantir aos pais um crédito de quatro horas por filho e por mês para acompanharem melhor a vida escolar dos seus filhos.

A CONFAP entregou este ano na Assembleia da República uma petição na qual solicitava ao Governo que legislasse no sentido de atribuir aos pais direitos laborais que assegurem a sua participação na educação dos filhos.

De acordo com Albino Almeida, a proposta foi acolhida pela Comissão de Trabalho, Segurança Social e Administração Pública, no âmbito da revisão do Código do Trabalho.
'O princípio que está na petição mereceu a concordância de todos os intervenientes na revisão do Código do Trabalho, portanto dos partidos com assento parlamentar', garantiu.

Actualmente, o Código do Trabalho estipula como faltas justificadas 'as ausências não superiores a quatro horas e só pelo tempo estritamente necessário, justificadas pelo responsável pela educação do menor, uma vez por trimestre, para deslocação à escola tendo em vista inteirar-se sobre a situação educativa do filho'.

in www.educare.pt


Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos