quarta-feira, 24 de setembro de 2008

“Seria suicídio para o PS manter a ministra”

António Avelãs, Presidente do Sindicato dos Professores da Grande Lisboa (Fenprof), falou sobre o que espera do novo ano lectivo.


– O que espera do novo ano lectivo?

– Vai ser marcado pela enorme confusão que é o novo modelo de avaliação de desempenho dos professores, muito burocratizado, que vai prejudicar o trabalho com os alunos e criar grandes tensões.

– O que fará a Fenprof?

– Vamos apresentar um projecto alternativo de avaliação a 8 de Outubro. Será um projecto aberto à discussão. O actual modelo será objecto de renegociação entre Maio e Junho e nessa altura queremos apresentar o nosso modelo.

– Como encara o facto de 190 professores se terem queixado de violência no último ano?

– Com preocupação. Na raiz disto está a degradação da situação económica. Mas a campanha de agressão dos professores com que a ministra começou o mandato agravou a situação.

– Este Governo não fez nada de positivo?

– Não acho que tudo esteja errado. Foi positiva a melhoria das condições físicas das escolas. O erro foi pensar que se podia melhorar agredindo os professores, que estão muito desmotivados.

– 2009 é ano de eleições. É um elemento a ter em conta?

– O Governo vai tentar dar a ideia de apaziguamento mas os professores não se deixarão enganar.

– Acha que a ministra Maria de Lurdes Rodrigues terá vontade de repetir o mandato?

– Esperemos que não. Seria suicídio para o PS, se ganhar as eleições, manter a ministra.


Bernardo Esteves

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos