segunda-feira, 21 de julho de 2008

Fenprof denuncia bloqueio informático nas candidaturas de docentes

A Federação Nacional de Professores (Fenprof) diz que o sistema de candidatura electrónica para a contratação de docentes voltou a bloquear este fim-de-semana e que «inúmeros professores ficaram sem possibilidade de concorrer». Ministério da Educação garante que o processo «decorreu com normalidade» e que foram registados 46 mil candidatos. O prazo para as candidaturas à contratação de professores – alargado por dois dias na sequência de problemas informáticos – acabava à meia-noite de domingo. Mas na madrugada de segunda-feira ainda havia docentes a enviar emails aos sindicatos queixando-se de não ter conseguido registar a sua candidatura.

«No domingo fomos recebendo alguns telefonemas e emails de professores que diziam que o site das candidaturas estava bloqueado» , contou Luís Lobo, da Fenprof, ao SOL.

Lobo garante que o bloqueio electrónico que se verificou este fim-de-semana tem uma consequência grave: «inúmeros professores ficaram sem possibilidade de concorrer».

Para resolver o problema, a Fenprof propõe – num ofício enviado esta segunda-feira à Direcção-Geral de Recursos Humanos da Educação – um novo alargamento do prazo de registo das candidaturas por mais dois dias.

«Infelizmente, aconteceu o que já se previa, razão por que a FENPROF havia colocado a necessidade de o concurso se prolongar até dia 22, ou seja, por mais dois dias úteis» , escreve a direcção do sindicato em comunicado enviado às redacções.

Luís Lobo lembra, aliás, que as dificuldades sentidas pelos professores durante sábado e domingo se agravaram por se tratar de dias em que os serviços do Ministério estão encerrados.

«As pessoas não sabiam o que fazer porque não havia ninguém que as pudesse esclarecer. Foi por isso que começaram a ligar para os sindicatos» , conta, assegurando que alguns docentes chegaram mesmo «a ir a casa de vários amigos para tentar fazer o registo da candidatura, por temerem que o problema pudesse estar no seu computador ou na sua ligação à internet».

Contactado pelo SOL, o gabinete de Maria de Lurdes Rodrigues refuta as acusações do sindicato e garante que «todo o processo decorreu com normalidade durante o fim-de-semana», não se tendo registado qualquer avaria ou bloqueio no site das candidaturas.

«Entraram várias candidaturas este fim-de-semana» , assegurou ao SOL o porta-voz da ministra, que adianta terem sido registadas pelo Ministério da Educação 46 mil candidaturas à contratação de docentes. «É um número que fala por si e revela que não houve qualquer problema», frisa a mesma fonte.

margarida.davim@sol.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos