sexta-feira, 4 de julho de 2008

Carolina Michaëlis: Alunos envolvidos farão trabalho comunitário

Um aluno envolvidos no caso do vídeo da Escola Secundária Carolina Michaëlis, no Porto, vai ter que cumprir trabalho comunitário num corpo de bombeiros e outro prestará idêntico serviço numa esquadra de polícia, afirmou hoje fonte conhecedora do processo.
Ana Espírito Santo, advogada da professora molestada pela aluna a quem tentou tirar o telemóvel, disse hoje que o jovem R., já com idade para responsabilização criminal (16 anos), que terá impedido outros colegas de socorrer a docente, cumprirá 40 horas de trabalho comunitário num corpo de bombeiros.

Por proposta do Ministério Público, o seu processo fica suspenso por seis meses.

Já RF., aluno menor que filmou o incidente, prestará 20 horas de serviço comunitário junto de uma instalação policial.

A advogada disse também que continua por definir a penalização a aplicar a P., a protagonista do incidente.

A jovem é ainda de menor idade, pelo que o seu processo corre no Tribunal de Menores e Família de Matosinhos.

Logo após o incidente, a aluna foi transferida para outra escola.

A professora da Escola Secundária Carolina Michaëlis alegadamente molestada pela aluna formalizou em Janeiro uma queixa judicial contra a alegada agressora e duas contra os colegas de turma.

Diário Digital / Lusa

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos