segunda-feira, 21 de julho de 2008

Aluna que molestou professora vai cumprir trabalho comunitário

A aluna da Escola Carolina Michaelis (Porto), que em Março molestou uma professora por causa de um telemóvel, apresentou hoje um pedido de desculpas à docente e vai cumprir 30 horas de trabalho comunitário, disse à Lusa fonte judicial.

O desfecho do caso deu-se numa audiência preliminar, conduzida pela juíza Ana Isabel Moniz, no Tribunal de Família e Menores de Matosinhos.

Caso fosse a julgamento, a jovem P., de 15 anos, responderia por um crime de coacção e outro de agressão física.

Na audiência preliminar, a professora de francês Maria Cruz aceitou que a menor não fosse a julgamento, bem como o pedido de desculpas formulado, disse a advogada da docente, Ana Espírito Santo.

Logo após o incidente, esta aluna foi transferida para outra escola.

Penas de trabalho comunitário foram já aplicadas a dois outros alunos envolvidos no caso.

Um deles, já com idade para responsabilização criminal (16 anos), que terá impedido outros colegas de socorrer a docente, foi obrigado a cumprir 40 horas de trabalho comunitário.

Já o aluno menor que filmou o incidente, ficou obrigado a prestar 20 horas de serviço similar.

Diário Digital / Lusa

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos