quarta-feira, 4 de junho de 2008

Sindicato dos Professores quer redução do subsídio a colégios privados de Coimbra

O Sindicato dos Professores da Região Centro (SPRC) defendeu hoje uma redução do número de alunos dos colégios privados de Coimbra subsidiados pelo Estado e reclamou melhor transporte escolar para os estudantes do público.

"Nos últimos três, quatro anos, não há uma redução do número de turmas (do sector privado) subsidiadas pelo Estado", afirmou Luís Lobo, dirigente do SPRC. Luís Lobo critica o facto de "a redução global de alunos no ensino obrigatório não se reflectir no financiamento dos estabelecimentos privados" em Coimbra.

"A DREC prepara-se para negociar a rede e a distribuição das turmas para os 2º e 3º ciclos e ensino secundário, para o ano 2008/09, sem que os colégios da cidade e da cintura do concelho percam o que têm tido nos últimos anos", refere o SPRC, numa nota, no seguimento de uma reunião com a DREC.

O Estado - afirmou Luís Lobo - "pouparia muito dinheiro, porque as escolas públicas têm actualmente condições para garantir a frequência de todos os alunos, incluindo os que estão no privado". Na opinião do dirigente sindical, outro dos factores que têm contribuído para a "perda de alunos" do público para o privado é o transporte escolar. "Há alunos, por exemplo de Taveiro ou de Eiras, que para poderem frequentar uma escola do centro da cidade têm de apanhar dois autocarros", criticou, frisando que, em contrapartida, "os colégios privados vão buscar as crianças a casa".

O SPRC solicitou uma reunião à Câmara de Coimbra, para discutir o acesso dos cidadãos aos transportes escolares, a rede pública dos estabelecimentos de ensino e a Carta Educativa.

Por sua vez,o presidente da câmara, Carlos Encarnação, questiona se a criação de transportes escolares dos alunos das escolas EB 2/3 da periferia para o centro da cidade não favorecerá o encerramento das "escolas comunitárias", da área de residência."Que racionalidade fazemos em defesa das escolas comunitárias ao dar o transporte para virem para o meio da cidade?", sustentou o autarca. Na reunião com a DREC, terça-feira passada, o SPRC recebeu, por outro lado, a garantia de que na transferência de alunos das escolas EB1 para as EB 2/3 do concelho de Coimbra, no próximo ano lectivo, serão salvaguardas as questões de segurança das crianças abrangidas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos