quinta-feira, 5 de junho de 2008

Portuguesa premiada por "apanhar" estrelas

Uma estudante portuguesa do 12º ano e a sua professora da área de projecto foram distinguidas com o segundo prémio de um concurso internacional, na área da astronomia - "Catch a Star".

A competição internacional é organizada anualmente pelo Observatório Europeu do Sul (ESO) e pela Associação Europeia para a Educação em Astronomia e destina-se a motivar os jovens para esta área científica.

Andreia Nascimento e a sua professora Leonor Cabral, da Escola Secundária da Cidadela de Cascais, foram informadas há pouco mais de uma semana pela instituição internacional da distinção do seu trabalho.

Mas, afinal, em que consistiu o projecto da jovem portuguesa? Simples: na observação, através de dados do Telescópio Faulkes, situado no Havai, de enxames de estrelas abertos em redor de estrelas tipo O. Estas são muito jovens e brilhantes. Segundo Andreia Nascimento, de 19 anos e a frequentar o 12º ano da área de ciências e tecnologia, "por essas estrelas serem jovens há a possibilidade de estarem no enxame aberto que lhes deu origem; e por serem muito brilhantes, é bastante difícil estudar o que está à volta delas". Andreia já concorre desde o 7º ano ao "Catch a Star".

Em 2007 viu o trabalho que apresentou merecer referências de mérito. Alguns outros alunos têm também participado em projectos enquadrados pela professora Leonor Cabral, cuja formação é precisamente na área das ciências físico-químicas.

Há três anos, os alunos receberam como prémio a visita de um astrónomo do Observatório Europeu do Sul, que a Europa mantém no deserto do Paranal, no Chile. A estudante agora distinguida não decidiu ainda qual o curso a seguir - talvez Engenharia de Reabilitação e Acessibilidades Humanas, diz ao JN. Na astronomia, o que a seduz realmente "é descobrir coisas novas sobre o Universo", remata a premiada.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos