domingo, 29 de junho de 2008

FENPROF entrega na AR em 30 de Junho uma petição pela revisão do modelo de gestão do ME

"Ignorando as posições expressas pelos professores e pelas suas organizações e contrariando a investigação e trabalho académico existente, o Governo aprovou e publicou o decreto-lei que altera a matriz democrática da gestão escolar" - lê-se na Resolução aprovada no dia 27 de Junho, pelo Conselho Nacional da FENPROF.

Nas escolas prossegue uma acção persistente para encontrar formas adequadas de resistência à implementação do modelo de gestão do M.E., de que são exemplo a não apresentação de listas aos Conselhos Gerais Transitórios (CGT) em muitas escolas/agrupamentos e o adiamento de eleições de CGT para Setembro.

Ao mesmo tempo e em apenas 15 dias, a FENPROF conseguiu recolher mais de 5000 assinaturas de uma petição que visa suscitar o debate parlamentar sobre esta matéria e alterar o modelo de gestão imposto pelo M.E., e que provoque consequências positivas para a democracia nas escolas e para o país.

É, pois, neste quadro que a FENPROF será recebida no dia 30 de Junho, pelas 12H00, na Presidência da Assembleia da República, momento em que se fará a entrega da Petição, para o que convidamos os(as) senhores(as) jornalistas e os órgãos de comunicação social a fazer o acompanhamento desta iniciativa.

Na delegação que representará a FENPROF o Secretário-Geral da FENPROF será acompanhado por elementos das direcções dos Sindicatos, designadamente daqueles que coordenam esta frente de trabalho na Federação.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos