domingo, 15 de junho de 2008

7.000 militares da GNR protegem exames nacionais

Cerca de sete mil militares da GNR vão estar mobilizados a partir de terça-feira em todo o país para proteger, guardar e entregar às escolas os exames do ensino básico e secundário.
Considerada uma das maiores operações policiais montadas anualmente em Portugal, a missão da GNR «tem quatro etapas que passam pelo levantamento, transporte, guarda e entrega das provas nas escolas», disse à agência Lusa o tenente-coronel Costa Lima, da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Costa Lima adiantou que as quatro tarefas se repetem igualmente no final de cada exame.

A tarefa de guardar os envelopes com as provas nos cofres dos postos da Guarda e diariamente entregar e recolher os exames nos estabelecimentos de ensino só termina a 18 de Julho, último dia dos exames.

Para a «missão exames nacionais 2008» também está mobilizada a PSP, que terá a seu cargo principalmente as escolas das áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto.

A agência Lusa contactou a Direcção Nacional da PSP para saber quantos agentes vão estar envolvidos, mas PSP considerou inoportuno divulgar os dados.

Todos os anos a operação policial tem um nome de código secreto, mas este ano, segundo a GNR, optou-se apenas por chamar «missão exames nacionais 2008».

Cerca de 258 mil alunos iniciam terça-feira os exames nacionais obrigatórios para a conclusão do ensino básico e secundário, de acordo com dados do Ministério da Educação.

Diário Digital / Lusa

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos