terça-feira, 20 de maio de 2008

Educação:n Mais de 12 mil trabalhadores não docentes em situação precária



São mais de 12 mil os trabalhadores não docentes em situação laboral precária, dos quais cerca de cinco mil em risco de perderem o emprego no final de Agosto caso o Ministério da Educação não opte por os colocar no quadro da Função Pública.


Para protestar contra esta situação, a Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública anunciou a realização de uma manifestação, amanhã, em Lisboa, às portas do gabinete da ministra Maria de Lurdes Rodrigues.


“Ou o Ministério da Educação resolve este problema e nos coloca no quadro ou no próximo ano lectivo muitas escolas não terão condições para funcionar, uma vez que a lei não permite contratar pessoas para substituir outras cujo contrato terminou”, disse Natália Carvalho, dirigente da Federação, para quem a responsabilidade pela actual situação é do Ministério da Educação: “Há uma completa ausência de disposição para o diálogo personalizada no secretário de Estado da Educação, que sucessivamente tem adiado uma audiência pedida por nós”.


Valter Lemos, visado pelo sindicato, nega os números avançados, garantindo serem 1500 trabalhadores não docentes cujo contrato termina a 31 de Agosto sem possibilidade de renovação e cerca de oito mil a contrato.

CM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos