sábado, 10 de maio de 2008

Brincadeira causa pânico em escola

Gritos, choros, desmaios e, sobretudo, muito pânico, foram ontem vividos por dezenas de alunos da Escola Básica n.º 1 Dona Francisca Aragão, em Quarteira.


O accionamento, por um aluno, de um extintor, por brincadeira, num corredor estreito onde se acumulavam dezenas de alunos, para se protegerem da chuva, causou agitação na comunidade escolar, constituída por estudantes dos seis aos 11 anos.

Trintaecincoalunose uma auxiliar, com cerca de 30 anos, foram transportados, de urgência, num autocarro da autarquia, ao Centro de Saúde de Loulé. Os BombeirosMunicipaisfizeram ainda deslocar duas ambulâncias e outro autocarro de nove lugares.

"Felizmente não se registaram ferimentos nas crianças", disse Possolo Viegas, vereador da Educação da Câmara de Loulé, que destacou a "formaeficienteerápida como o socorro foi prestado".

Overeadorexplicou que um aluno, por brincadeira, accionou um extintor e que o pó espalhado no ar provocou pânico junto dos estudantes. "Foi mais o susto do que as mazelas físicas", disse.

Apenas a auxiliar de educação, que de seguida foi limpar o chão, apresentou queixas de irritação na garganta e nos olhos, causada pela inalação do pó do extintor.

Guilhermina Pacheco, directora do Centro de Saúde de Loulé,confirmouque"as crianças e o adulto não apresentavam sintomas preocupantes",adiantandoque, "controlado o pânico", tiveram alta três horas depois.

Sandra Costa, mãe de uma das crianças que necessitaram de tratamento, explicou aoCMque"afilhadedez anos lhe disse que o pânico foi grande, com colegas a vomitar e outros a caírem, mas que estava bem de saúde".

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos