sábado, 10 de maio de 2008

Alunos combinam «porrada» com Pupilos do Exército

A Polícia de Segurança Pública evitou esta sexta-feira em Benfica um confronto, marcado por telemóvel há uma semana para as 17:00, entre alunos da Escola Secundária José Gomes Ferreira e cerca de 30 estudantes dos Pupilos do Exército, noticia a Lusa.

«A marcação para a «porrada» foi combinada a semana passada», por telemóvel, onde os alunos da escola de Benfica ficaram à espera dos «pintas dos Pupilos», em frente ao portão, revelou à Lusa Pedro, estudante naquele estabelecimento de ensino.

Cerca de uma centena de alunos da escola de Benfica juntaram-se perto do gradeamento do estabelecimento, como já sabiam o que ia acontecer, aguardando que chegasse o grupo de jovens da escola militar.

Quando os jovens da escola militar chegaram às imediações da secundária José Gomes Ferreira um funcionário daquela escola chamou a Polícia, «que chegou em minutos», disse o Paulo com ar desiludido: «era hoje que os apanhávamos, estão sempre a cantar de galo».

Após a chamada telefónica para a Polícia, vários agentes policiais do Programa Escola Segura aproximaram-se das instalações da escola secundária e dissuadiram os jovens de iniciarem a violência, já que tudo indicava que o encontro «prometia boa porrada», explicou o Miguel.

Nunes Correia e adjunta sofreram ferimentos ligeiros. Carro «maltratado»

Alunos marcaram novo encontro

Como os dois grupos de jovens não conseguiram realizar o confronto previamente combinado, dada a presença dos agentes da polícia, cerca das 18:00 um telemóvel de um dos alunos de Benfica tocou: Era a marcação de um novo palco para o confronto, agora num espaço atrás do café «Califa», a cerca de 400 metros da primeira marcação.

Os polícias que se encontravam no local, que não quiseram prestar quaisquer declarações, logo que se aperceberam dos cerca de 100 alunos a correr naquela direcção mobilizaram vários carros de patrulha e uma carrinha das Equipas de Intervenção Rápida da 3ª Divisão policial, no encalço do grupo.

Alguns dos jovens chegaram a trocar «uns miminhos de porrada», mas «não foi como estava combinado, sem a polícia», concluiu a Maria. Os alunos de Benfica apresentavam-se em regra geral com roupas de marca e alguns com motos ¿ aceleras - na sua grande maioria novas, muitos de cigarro na mão

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos