quarta-feira, 2 de abril de 2008

Idanha-a-Nova: PJ investiga explosão em escola

A Polícia Judiciária de Coimbra vai investigar a origem de um pequeno objecto que a GNR recolheu na sequência de uma explosão, esta tarde, numa escola em Idanha-a-Nova, disse à Agência Lusa fonte da GNR. A explosão que não causou feridos nem danos materiais interrompeu as aulas e a escola Básica 2, 3 José Silvestre Ribeiro, foi evacuada.«Não é um artefacto que alguém construísse. É um objecto de natureza explosiva, cuja constituição não conseguimos identificar e de pequenas dimensões. Cabe numa mão e tem algum peso», descreveu à Agência Lusa o comandante João Brito.
Segundo aquele responsável, todas as hipóteses estão em aberto, «mas as mais credíveis indicam que não deve ter havido intenção de causar qualquer dano extraordinário».Quinta-feira «regressa tudo ao normal, sem vigilância reforçada, nem outras medidas adicionais». «Não há nada que indique existir uma ameaça sobre a segurança da escola», acrescentou.Questionado pela Agência Lusa sobre se terá sido uma brincadeira, João Brito não descarta a possibilidade, mas refere que só a investigação a cargo da PJ de Coimbra o poderá determinar.A explosão aconteceu pouco depois das 14:00 numa arrumação de produtos de limpeza, num «vão de escada pequenino», onde quase não havia material e sem que se registassem danos.
«Foi uma explosão pequena e não parece que o material explosivo tenha origem em produtos de limpeza. Libertou algum fumo a par de um estrondo, mas não se chegou a ouvir em toda a escola».O recinto foi evacuado «de forma calma e sossegada. Algumas pessoas só souberam o que se estava a passar no exterior do recinto», relata João Brito lembrando que se encontravam no estabelecimento cerca de 500 pessoas, alunos, professores e funcionários, foi evacuado.A equipa da PJ vai receber o objecto encontrado e definir se seguirá para laboratório para se determinar a sua constituição.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos