segunda-feira, 31 de março de 2008

Blogue e hi5 dos alunos desprezam incidente

Alunos vão ser alvo de acções de civismo
O incidente de indisciplina na Escola Secundária Carolina Michaëlis que sobressaltou o País nos últimos dias, e será abordado ao mais alto nível num encontro entre o chefe de Estado e o procurador-geral da República, não merece até à data qualquer referência no blogue da Associação de Estudantes (AE) deste estabelecimento de ensino da cidade do Porto.A última mensagem publicada no ofuturonastuasmaos. blogspot.com, data de 3 de Março, informa comunidade estudantil do primeiro torneio de basquete promovido pela Associação de Estudantes (AE): "Este torneio realiza-se no dia 13 deste mês, nomeadamente na quinta-feira". Na página da AE no hi5 o assunto tem o mesmo tratamento. Nem uma linha. O incidente da alegada tentativa de agressão de uma aluna de 15 anos à professora de Francês, divulgado no site YouTube, e depois passado até à exaustão nas televisões, não suscita qualquer comentário ou tímido debate entre os frequentadores. Alguns dos "amigos" inscritos neste forum, refira-se, são alunos de outras escolas secundárias do Porto.Os alunos do 9ºC, da Carolina Michaëlis, terão hoje, no recomeço do último período lectivo, aulas de civismo por parte de professores dos conselhos executivo e de turma. E vão notar na sala dois lugares vazios, e irão ficar até ao final do ano. São as mesas dos dois colegas, Patrícia e Rafael, transferidos pela Direcção Regional de Educação do Norte (DREN), após concluídos o inquérito aos incidentes com a professora Adozinda Cruz.
Os responsáveis pela escola, defende a DREN, não podem fazer de conta que nada aconteceu. As acções de civismo, ao longo do período, devem estender-se à restante comunidade estudantil. Tendo em conta o silêncio com que os intervenientes do blog ue e na página do hi5 da associação cobriram o caso, este tipo de trabalho com os alunos mais se justifica.Albino Almeida, presidente da Confederação das Associações de Pais, apoia as medidas de acompanhamento que os dois alunos transferidos terão nas novas escolas. E acha positivo as acções de civismo e cidadania que os responsáveis da Carolina Michaëlis preparam para os seus alunos. "As escolas também devem ser empreendedoras perante o erro, devem ousar fazer diferente".
O mediatizado incidente pode relançar o debate sobre a indisciplina na escola. É a essa a opinião de João Dias da Silva, da Federação Nacional de Educação (FNE). Tal como deverá acontecer na Carolina Michaëlis, defende que o Ministério de Educação, nesta matéria, terá de tomar no domínio da prevenção. Minimizar estes casos, diz João Dias da Silva não resolve em nada a situação: "É como meter o lixo debaixo do tapete".O dirigente da FNE reconhece, no entanto, que sem a participação da família, e uma maior responsabilização dos encarregados de educação, as medidas para anular os actos de indisciplina e ausência de civismo serão sempre insuficientes. Com ALFREDO MENDES

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos